O Futuro da Gestão de Redes

Resource Center

A Icaro Tech esteve no evento TMForum Digital Transformation World 2019 em Nice, na França, que apresentou as principais tendências na transformação digital das operadoras de telecomunicações.
A Gestão da Rede foi tema de algumas apresentações e os seguintes pontos foram destacados:

  • Gestão de Redes Híbridas.
  • Redes como Serviço (NaaS – Network as a Service).
  • Redes Autônomas e Automação.
  • Inteligência Artificial.

Gestão de Redes Híbridas

Com o amadurecimento de tecnologias como SDN e NFV, cada vez mais as operadoras e seus fornecedores têm voltado a atenção para o gerenciamento de redes híbridas – nas quais redes físicas e virtuais convivem e interagem entre si.

Do ponto de vista das redes virtuais, o mercado está caminhando para adotar padrões abertos, dividindo os projetos nas principais camadas de gerenciamento:

Infraestrutura (NFVI e VIM), utilizando soluções como o OpenStack.
Funções Virtualizadas (NVF e VNFM) de fabricantes tradicionais de equipamentos de redes.
Orquestração (NFVO), com preferência para soluções agnósticas.

As redes físicas continuarão com o sistema tradicional de gerenciamento, mas surge a necessidade de uma camada de abstração que torne a complexidade da rede transparente para as camadas superiores; e da organização em serviços (utilizando APIs) para facilitar a integração ao gerenciamento das redes virtuais.

NaaS – Network as a Service


Uma plataforma de Network as a Service (NaaS) funciona como um conjunto de abstrações de serviços expostos via APIs, escondendo a complexidade do serviço e da rede. Além disso, separa o serviço de rede da sua arquitetura (que pode ser física, virtual ou híbrida).

Hoje, as operadoras têm focado em serviços de NaaS de conectividade, como SD-WAN e vCPE. No entanto, no futuro, por meio de uma boa orquestração de redes e serviços, elas serão capazes de entregar serviços de maior valor agregado.

O evento explorou esse tema, pois é um dos principais caminhos pelos quais as operadoras podem acelerar o time-to-market e monetizar em cima de novas ofertas.

Redes Autônomas e Automação

Apesar de redes totalmente autônomas ainda estarem longe de virar uma realidade, o TMForum lançou, durante o evento, um White Paper com uma sugestão de Framework e Níveis de Automação, indo desde a gestão manual até a automação total da rede.

Para evoluir uma infraestrutura de rede de forma que ela tenha autoconfiguração, autorremediação, auto-otimização e autoevolução, os elementos chave são a automação, a inteligência artificial e uma arquitetura de rede mais simples. Redes autônomas oferecerão serviços sem intervenção manual, sem espera e sem problemas com a melhor experiência do usuário e com a máxima utilização dos recursos.

Mas como uma operadora pode se preparar? A seção Gestão de Redes Híbridas dá uma boa dica de como começar. Além disso, utilizar interfaces bem definidas com APIs padrão de mercado fará com que as operadoras não fiquem dependentes de apenas um fornecedor de tecnologia. Por fim, utilizar uma plataforma de automação de rede, com serviços bem definidos e que alavanque as APIs abertas disponíveis, é fundamental para automatizar ao máximo as tarefas envolvidas no gerenciamento e entrega dos serviços.

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial vem sendo o assunto mais quente nos últimos anos. No mercado de telecomunicações, ela está sendo aplicada em diversas áreas, como: operação de rede, marketing, experiência e atendimento ao cliente, entre outras.

Apesar dessas aplicações, as operadoras ainda estão se familiarizando e aprendendo o melhor modo de tirar proveito da tecnologia. Como não existem soluções prontas para operações e gestão de redes, as operadoras têm investido bastante em testes e provas de conceito. Pelo menos um consenso existe entre todos esses testes: a preocupação com a qualidade dos dados e a necessidade de haver um trabalho de padronização.

Framework de Gestão de Rede Híbridas da Icaro Tech

Baseado nos conceitos e fundamentos do TMForum, a Icaro Tech aprimorou o framework para a gestão de Redes Híbridas, adaptando para a necessidades do mercado nacional e para atender às futuras demandas da Gestão de Redes.

O Framework simplificado pode ser visto na figura a seguir:

O objetivo do Framework é guiar, por meio das melhores práticas, a implementação de soluções de Gestão de Rede que atendam às demandas atuais e futuras, como Inteligência Artificial e Redes Autônomas.

Quer saber mais sobre nossas soluções? Fale com nossos especialistas em sales@icarotech.com

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CURTA NOSSA PÁGINA

VEJA TAMBÉM

Open Banking e os desafios tecnológicos no Brasil

Open Banking e os desafios tecnológicos no Brasil

Head de Ofertas e Desenvolvimento de Produtos "Toda empresa é uma empresa de tecnologia". Esta frase foi dita por Peter Sondergaard no Gartner Symposium de 2013. Sete anos depois, podemos afirmar, diante do impacto que a transformação digital tem gerado em todas as...

sales@icarotech.com

+55 19 3731-8300